LIMPANDO O GUARDA-ROUPAS

By 29 de outubro de 2018 abril 5th, 2019 #ParaHabitarmos

Reduzir. Usar somente o que te faz bem e o que faz sentido. Ter somente o que se precisa. Encontrar ou reencontrar a função das roupas que temos. Por que temos dezenas de pares de calçados, casacos, calças e camisas? Por que uma casa que valha precisa ter guarda-roupas por todos os lugares? O que guardam os armários? Guardam nosso ímpeto consumista. Vamos sempre além do que precisamos, colocando todas as nossas angústias e vazios nesses lugares, nessas coisas. Compramos para preencher esses armários da vida. Decidimos nos desfazer do que não usamos. Tinha roupas novinhas, compradas em viagens, com anos de vida, mas que nunca saíram do armário. Doei. Não doeu. Depois, vieram os papéis do escritório, os brinquedos do Enrique, os enfeites da casa. Limpeza de alma. E olhar tudo mais vazio, mais limpo, enche a alma de sentido. Conecta-nos ao sentido da simplicidade da vida. Mais tempo pensando nas coisas que importam. A limpeza externa é o começo da limpeza interna! 

O primeiro passo é reduzir e, depois, repensar. Não comprar por impulso é a atitude sustentável e consciente a que devemos chegar. Parar de consumir sem pensar para termos o que realmente importa: ser-pleno.    

#ParaHabitarmos #🔵🔵🔵 

Marcelo Cunha Bueno é educador há mais de 20 anos, inspirado pelo chão da Escola, especialista em desenvolvimento infantil. 

34 Comments

Leave a Reply