CANUDOS

By 14 de agosto de 2018 abril 5th, 2019 #ParaHabitarmos

CANUDOS 

Não dá mais pra usar. Antes, o que era sinônimo de farra, de delícias, é sinal de desrespeito com a natureza. Os canudos não são reciclados e, portanto, vão direto para os lixões e mares. Sabe quantos animais marinhos morrem por ingerirem lixo plástico? Pois é, muitos! O mais impressionante é que restaurantes, bares e barraquinhas em parques e praias servem canudinhos sem cerimônia! Nós andamos com os nossos (de alumínio) na bolsa. Pedimos água de coco? Sem canudo, moça! Pedimos suco? Sem canudo, moço. As pessoas nos olham com estranheza, já até nos perguntaram se somos biólogos quando tentamos explicar! Alguns comentam que estamos salvando o mundo. Cada um fazendo a sua parte, né? Enrique deu para catar canudos e restos de plástico na praia: tampinha, rótulos, filtros solares, garrafinhas. Saímos sempre da praia lotados de lixo! Antes de limpar a areia do pé, agora tem o pedágio nos lixos recicláveis! 

Salve o Rio de Janeiro, que transformou o canudo em vilão! Sim! Foi aprovada uma lei que proíbe quiosques, bares e restaurantes de servirem canudos! Belo exemplo! Esperamos que outras cidades façam o mesmo! Em São Paulo, um projeto de lei que proíbe o fornecimento de canudos de plástico em hotéis, restaurantes, bares, padarias e outros estabelecimentos está em discussão na câmara de vereadores. Para quem quiser enviar um email para os vereadores para seguirem e aprovarem a lei, segue o linque: http://www.spsemcanudo.minhasampa.org.br/. 

#ParaHabitarmos #🔵🔵🔵 

Marcelo Cunha Bueno é educador há mais de 20 anos, inspirado pelo chão da Escola, especialista em desenvolvimento infantil. 

19 Comments

Leave a Reply