INTERPRETAÇÃO DOS TEXTOS (DO MUNDO) 

By 24 de abril de 2018 abril 5th, 2019 #PapoReto

Cada vez mais penso que a tarefa de professores e professoras é ensinar as crianças a interpretarem o mundo. Interpretar o mundo significa entender pontos de vista, colocar-se no lugar da outra pessoa, ser generoso e ético. Quanto mais repertório temos, mais ampliamos as possibilidades de nos relacionarmos com o meio. Repertório é conhecimento. As escolas, pelo menos as em que eu estudei, entendiam e ensinavam que interpretar um texto era matéria. Interpretar um texto, que pode ser matemático, gestual, literário, afetivo, não é matéria dada. A interpretação dos textos do mundo não está no concreto da ação, mas na prática e reflexão de um olhar. Na construção de um olhar para o mundo. Que tem relação com o repertório. E está tudo ligado. Quantas e quantas vezes a criança erra um problema matemático e educadores e educadoras atribuem isso à compreensão de cálculos? Para se resolver um problema matemático, a criança precisa interpretar o texto, antes de mais nada. Quantas e quantas vezes os adultos reprimem a criança porque ela está mais agitada? Será que ela entendeu o texto social?  

Ensinar a pensar nos processos. Refazer caminhos que nos trouxeram até onde estamos para entendermos o mundo e nos colocarmos como seus sujeitos, generosos, das ações. Interpretar para cultivar humanidade. Escola deveria colocar isso em seus pilares: ensinar a ser, estar, fazer e interpretar! 

#PapoReto #🔵🔵🔵 

 Marcelo Cunha Bueno é educador há mais de 20 anos, inspirado pelo chão da Escola, especialista em desenvolvimento infantil. 

23 Comments

Leave a Reply