PANELINHAS NA INFÂNCIA

By 10 de abril de 2018 abril 5th, 2019 #PapoReto

Educação é relação. Entre crianças, com adultos, no meio, pelo mundo. Relacionamo-nos para sermos quem podemos ser. Escola deve ser o espaço de valorização do coletivo. Do senso de comunidade. Ética e generosa. Fazer amizades nos ajuda a organizarmos sentimentos e sentidos afetivos. Amizades nos impulsionam, nos questionam, nos frustram, nos encantam. Ter amigos é afirmar aspectos da nossa vida: gostos, vontades, percepções, medos. E as crianças são capazes de transitar por grupos de forma livre, transformando-se a cada coletivo frequentado. Aproximam-se, muitas vezes, pela vontade de experimentar papéis. O papel do adulto é sempre positivar as relações e incentivar que as crianças circulem em diferentes grupos. Para poderem, inclusive, ora serem gatinhos, ora serem astronautas, ora serem dinossauros nas relações. A tal panelinha é natural. É uma experimentação mais aprofundada das relações interiores e exteriores. Panelinhas fazem boas comidinhas, bons caldos. Mas o gostoso é a mistura. Propor novas parcerias, chamando a atenção para a diversidade de pensamentos e para a importância de circularmos para crescermos, é papel do adulto: cozinheiros de infâncias, alquimista de vida.  

#PapoReto #🔵🔵🔵 

Marcelo Cunha Bueno é educador há mais de 20 anos, inspirado pelo chão da Escola, especialista em desenvolvimento infantil. 

21 Comments

Leave a Reply