CAI O DENTE, CAI O PAI

By 5 de dezembro de 2017 abril 5th, 2019 #SopaDePai

Nunca vi um dente demorar tanto pra cair. Sei lá, vários meses de dente mole. Havia quem queria arrancá-lo, mas eu não deixava. Todos os dias, Enrique dizia que estava um pouquinho mais mole. Num belo dia, ele resolveu cair na minha frente. Pulou no meu colo, praticamente. Enrique olhou pra mim com um sorriso, banguela, que demonstrava um certo orgulho. Orgulho de crescer.  

Paralisei.  

A natureza caminha no sentido oposto aos desejos de muitos pais e mães. A constatação do crescimento dos filhos e filhas revela o quanto podemos ser egoístas em acharmos que são nossas crias. Eu não queria que ele crescesse assim! Na minha frente! Enrique me abraçou com força, pulou de alegria, bradava sua independência e a sequência natural da vida. Eu cho-ria ao olhar praquele moleque de pernas finas e compridas, que está cada vez mais pesado (é difícil carregá-lo no colo), que já está lendo. Ele pediu o dente. Olhou pra ele, mostrou pra todas as pessoas. Olhou pra mim com um olhar terno e o colocou na minha mão. Meu primeiro dente vai pra você, papai! 

Feliz aniversário de constatação de que está crescendo mesmo. 

#SopaDePai #🔵🔵🔵 

Marcelo Cunha Bueno é educador há mais de 20 anos, inspirado pelo chão da Escola, especialista em desenvolvimento infantil. 

46 Comments

Leave a Reply