EU ME VEJO NELE 

By 21 de março de 2017 abril 8th, 2019 #SopaDePai

Às vezes, dá medo. Dentre tantos medos que um pai sente, esse chega a assustar. Principalmente, quando é para o lado negativo. Adoro ver como ele se parece comigo em coisas bacanas: como se interessa por leitura, como ele gosta de ouvir e contar histórias, como gosta de sair para comer fora, como adora queijo… a forma como presta atenção nos acontecimentos da vida, o que chama a sua atenção em um filme ou música. Essas coisas! Sinto orgulho e uma sensação de continuidade de mim.  

O problema está quando ele se irrita quando tem fome, quando alguém lhe diz uma coisa atravessada, quando usa palavras certas para impor ideias aos demais, quando ele ignora a ideia se não é de seu interesse, quando exagera sentimentos para seduzir os demais e conquistar seus desejos, quando se envolve de corpo e alma nas questões difíceis e não consegue encontrar uma saída, quando se torna melancólico. Vejo-me nele também assim, e assusta! Faz-me pensar que sou transparente, que devo tomar cuidado com o que sou, sinto, penso, faço. Não. O que me tranquiliza nisso tudo é saber que ele é verdadeiro. Que tem espaço para se expressar. E que, nesse movimento não linear que é crescer, tem se tornado uma pessoa que gostaria de ser!  

#SopaDePai #🔵🔵🔵 

Marcelo Cunha Bueno é educador há mais de 20 anos, inspirado pelo chão da Escola, especialista em desenvolvimento infantil. 

23 Comments

Leave a Reply