DE CORAÇÃO E BRAÇOS ABERTOS PARA A DIFERENÇA

By 21 de novembro de 2016 abril 8th, 2019 #PapoReto

Recebo uma quantidade enorme de famílias na escola, desesperadas, pois não conseguem matricular suas crianças nas escolas que desejam. E não conseguem porque seus filhos e filhas apresentam algum tipo de comportamento, de característica que as escolas não estão a fim de lidar. Falo aqui de alguma questão cognitiva, social, física etc. Basta a família dizer que a criança tem uma “questão” (uso as palavras que escuto delas mesmas), e as escolas dizem: precisamos ver a questão de vagas, você pensou numa escola menor? 

As escolas deveriam querer a diferença em seus espaços. Sim, pois a riqueza das relações está nas diferenças que nos compõem! Eu sou a diferença que faz a relação ganhar outras formas. Você é a diferença que nos faz sermos outros e outras. Cada um, cada uma que chega à minha escola oferece-me, como educador, a possibilidade de mudarmos o currículo, repensarmos os espaços, as propostas. Já pararam para pensar que, muitas vezes, não é o estudante que não para quieto, mas a aula que é ruim? Riqueza, multiplicação, escola para todos e todas! Se escola é relação, cabe todo mundo aqui! 

#PapoReto #🔵🔵🔵 

Marcelo Cunha Bueno é educador há mais de 20 anos, inspirado pelo chão da Escola, especialista em desenvolvimento infantil.

Leave a Reply